outubre de 2014
Mark Weisbrot, Jake Johnston e Stephan Lefebvre

A economia brasileira passou por uma transformação significativa durante a última década. Após um quarto de século com muito pouco crescimento no PIB per capita, uma grande mudança começou em 2004. O PIB por pessoa (ajustado pela inflação) cresceu a uma taxa anual de 2,5 por cento de 2003 a 2014, mais de três vezes maior do que o crescimento anual de 0,8 por cento do governo anterior (1995-2002). Essa taxa de crescimento foi atingida apesar da crise financeira global de 2008-09, que levou o Brasil a uma recessão em 2009; e essa comparação inclui o desaquecimento dos últimos anos.

Durante a última década houve também quedas agudas de desemprego, pobreza e extrema pobreza, bem como uma grande mudança na direção de menor desigualdade na distribuição de renda. Esse artigo investiga esses fenômenos, bem como mudanças de políticas governamentais que contribuíram para isso. Ele também verifica a desaceleração econômica dos últimos anos e o papel da política macroeconômica desde 2011.

 PDFpdf_small | Flashflash_small | em Inglês

Comunicado de imprensa